Ir para o conteúdo

Prefeitura de Cássia-MG e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Cássia-MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Legislação
ARRASTE PARA VER MAIS
LEGISLAÇÃO
Atos relacionados
INTERAÇÃO
Anotação
Marcação
BUSCA
Expressão
EXPORTAÇÃO
Código QR
Baixar
Compartilhar
COLABORE
Reportar Erro
QRCode
Acesse na íntegra
LEI ORDINÁRIA Nº 1517, 06 DE NOVEMBRO DE 2012
Assunto(s): Coordenadoria Municipal de Defesa Civil - COMDEC
Revogada Totalmente

LEI n. 1.517/2012


CRIA A COORDENADORIA MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL – COMDEC E FUNDO MUNICIPAL DE DEFESA CÍVEL – FMDC DO MUNICÍPIO DE CÁSSIA/MG, REVOGA A LEI MUNICIPAL 1.228/2002 DE 06 DE DEZEMBRO DE 2002 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.



A Prefeita do Município de Cássia, Estado de Minas Gerais, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica do Município, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ela sanciona e promulga a seguinte LEI:


CAPÍTULO I

DA COORDENADORIA MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL


Art. 1º. Fica criado Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC, e o Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDEC do Município de Cássia, Estado de Minas Gerais, com a finalidade de coordenar, em nível municipal, todas as ações de defesa civil, nos períodos de normalidade e anormalidade, tendo como objetivos:


I – planejar e promover a defesa permanente contra desastres;


II – prevenir ou minimizar danos, socorrer e assistir populações atingidas por desastres e recuperar áreas por eles deterioradas.


Art. 2º. Para as finalidades desta lei denomina-se:


I - defesa civil: o conjunto de ações preventivas, de socorro, assistenciais e reconstrutivas, destinadas a evitar ou minimizar os desastres, preservar o moral da população e restabelecer a normalidade social;


II - desastre: o resultado de eventos adversos, naturais ou provocados pelo homem, sobre um ecossistema, causando danos humanos, materiais ou ambientais e consequentes prejuízos econômicos e sociais;


III - situação de emergência: reconhecimento legal pelo poder público de situação anormal, provocada por desastre, causando danos suportáveis à comunidade afetada;


IV - estado de calamidade pública: reconhecimento legal pelo poder público de situação anormal, provocada por desastre, causando sérios danos à comunidade afetada, inclusive à incolumidade ou à vida de seus integrantes.


Art. 3º. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC manterá com os demais órgãos congêneres de nível municipal, estadual e federal estreito intercâmbio com o objetivo de receber e fornecer subsídios técnicos para esclarecimentos relativos à defesa civil.


Art. 4º. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC constitui órgão integrante do Sistema Estadual e Nacional de Defesa Civil.


Art. 5º. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC compor-se-á de:


I - Coordenador;


II - Conselho Municipal;


III - Secretaria;


IV - Setor Técnico;


V - Setor Operacional.


§ 1º. Deve fazer parte do Setor Técnico da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC, um Engenheiro Civil.


§ 2º. Todos os integrantes da Secretaria, do Setor Técnico e do Setor Operacional da COMDEC devem ser servidores efetivos do quadro da Prefeitura Municipal de Cássia ou das entidades da Administração Pública Indireta.


§ 3º. O coordenador, o secretário e os membros dos setores técnico e operacional da COMDEC serão nomeado pelo Chefe do Poder Executivo Municipal.


Art. 6º. A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC compete:


I - planejar e promover a defesa permanente contra desastres;


II - prevenir ou minimizar danos, socorrer e assistir populações atingidas por desastres e recuperar áreas por eles deterioradas.


III - coordenar e supervisionar as ações de defesa civil;


IV - elaborar e implementar planos, programas e projetos de defesa civil;


V - em casos de situação de emergência e estado de calamidade pública, ou na iminência de sua ocorrência, com homologação do Prefeito Municipal, requisitar:


a) temporariamente, servidores e recursos materiais de órgãos ou entidades integrantes da Prefeitura municipal;


b) recursos financiados e bens necessários à eficácia de seu desempenho, obedecida à legislação vigente;


VI - notificar imediatamente a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil quaisquer situações de perigo e ocorrências anormais graves referentes à defesa civil, independente das providências implementadas;


VII - desencadear as ações de defesa civil em casos de situação de emergência ou estado de calamidade pública;


VIII - remeter à Coordenadoria Estadual de Defesa Civil - COMDEC, diante da ocorrência de desastres, relatório circunstanciado, com avaliação da situação, contendo: tipo, amplitude e evolução do evento, características da área afetada, efeitos e prejuízos sobre a população, socorros necessários e grau de prioridade destes.


IX - promover a capacitação de recursos humanos para as ações de defesa civil, em articulação com órgãos estadual especializados;


X - propor à autoridade competente a homologação de situação de emergência ou de estado de calamidade pública, observando os critérios estabelecidos pelo Conselho Nacional de Defesa Civil - CONDEC e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil - CEDEC;


XI - providenciar a distribuição e o controle dos suprimentos necessários ao abastecimento em situações de desastre;


XII – gerir e administrar o Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDEC, em especial:


a) Fixar as diretrizes operacionais do Fundo Municipal de Defesa Civil - FMDEC.


b) Ditar normas e instruções complementares disciplinadoras da aplicação de recursos financeiros disponíveis;


c) Sugerir o plano de aplicação para o exercício seguinte;


d) Disciplinar e fiscalizar o ingresso de receitas;


e) Gerir e decidir sobre a aplicação dos recursos;


f) Analisar e aprovar mensalmente as contas do Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDEC;


g) Promover o desenvolvimento do Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDEC e exercer ações para que seus objetivos sejam alcançados;


h) Apresentar, anualmente, relatório de suas atividades;


i) Definir critérios para aplicação de recursos nas ações preventivas;


j) Supervisionar e fiscalizar os recursos empregados pelo Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDEC.


XIII - exercer outras atividades determinadas pelo Chefe do Poder Executivo.


Art. 7º. O Coordenador da COMDEC será indicado pelo Chefe do Executivo Municipal, competindo-lhe organizar as atividades de defesa civil no Município.

Art. 8º. O Conselho Municipal de Defesa Civil - CONMDEC será composto por um representante do Executivo Municipal, seu Presidente nato, e por um representante dos seguintes órgãos e entidades:


I – 1 (um) representante da Secretária Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação;


II - 1 (um) representante da Secretária Municipal de Agricultura;


III - 1 (um) representante da Secretária Municipal de Obras e Infraestrutura;


IV - 1 (um) representante da Secretária Municipal de Desenvolvimento Humano e Turismo.


V - 1 (um) representante do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural - CMDR,


VI - 1 (um) representante das Centrais Elétricas de Minas Gerais - CEMIG;


VII- 1 (um) representante da COPASA - Companhia de Saneamento de Minas Gerais,


XIII- 1 (um) representante da Polícia Militar sediada no Município,


IX - 1 (um) representante da Polícia Civil sediada no Município,


X - 1 (um) representante da Loja Maçônica Local;


XI - 1 (um) representante do da Associação Comercial e Industrial de Cássia;


XII- 1 (um) representante da COOPASSA – Cooperativa Agropecuária de Cássia Ltda.;


XIII – 1 (um) representante da Polícia Militar Florestal de Cássia;


Parágrafo único. A cada membro titular corresponderá um suplente, a ser indicado pelo órgão ou entidade.


Art. 9º. Ao Conselho Municipal de Defesa Civil – CONMDEC compete:


I – aprovar normas e procedimentos para articulação das ações do Município, bem como a cooperação de entidades privadas tendo em vista a atuação coordenada das atividades de defesa civil;


II – aprovar as políticas e as diretrizes de ação governamental de Defesa Civil, estabelecendo as suas prioridades;


III – recomendar aos diversos órgãos da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC ações prioritárias que possam minimizar os desastres naturais ou provocados pelo homem;


IV – aprovar os critérios para a declaração e homologação de situação de emergência ou estado de calamidade pública;


V – aprovar os planos e programas globais e setoriais elaborados pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC;


VI – deliberar sobre as ações de cooperação Estadual ou Federal de interesse da Defesa Civil Municipal, observada a legislação vigente;


VII – aprovar a criação de comissões técnicas interinstitucionais para a realização de estudos, pesquisas e trabalhos especializados de interesse da Defesa Civil;


VIII – aprovar critérios técnicos para análise e aprovação de obras e serviços executados pelo Município, destinados a prevenir riscos, minimizar danos e recuperar áreas deterioradas por desastres;


IX – elaborar e submeter à aprovação do Chefe do Poder Executivo o seu regimento interno.


Art. 10. A Secretaria, o Setor Técnico e o Setor Operacional incumbir-se-ão da administração, da minimização de desastres, das vistorias e das operações.



CAPÍTULO II

DO FUNDO MUNICIPAL DE DEFESA CIVIL - FMDEC


Art. 11. Fica criado o Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC, órgão captador e aplicador dos recursos financeiros apurados com a finalidade de prover as ações e as medidas de defesa civil.


Art. 12. Constituem recursos financeiros do Fundo Municipal de defesa Civil - FMDC:


I - as dotações orçamentárias consignadas anualmente no Orçamento Geral do Município e os créditos adicionais que lhe forem atribuídos;


II - os recursos provenientes de doações incentivadas, legados e contribuições de pessoas físicas e jurídicas;


III - os oriundos de operação de crédito e de aplicações no mercado financeiro;


IV - os recursos transferidos da União ou do Estado;


V - os provenientes dos termos de Ajustamento de Conduta firmados com o Ministério Público;


VI - os auxílios, as subvenções, contribuições ou transferências resultantes de convênios ou acordos com entidades públicas ou privadas, nacionais e internacionais.


VII - os saldos apurados no exercício anterior;


VIII - o produto de alienação de materiais ou equipamentos inservíveis;


IX - outros recursos que legalmente lhe forem atribuídos.


Art. 13. O Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC é dotado de autonomia financeira, observadas as disposições dos artigos 18, 19 e 20 desta Lei.


Art. 14. Os recursos constitutivos do Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC, oriundos do previsto no artigo 12 desta lei, serão integral e obrigatoriamente depositados em conta bancária de Banco Oficial, denominada: FMDC – Fundo Municipal de Defesa Civil de Cássia, a qual será movimentada, exclusivamente, pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil – COMDEC.


Art. 15. Contra a conta bancária de que trata o artigo 14 desta lei, somente serão admitidos saques mediante cheques nominais, autorização de transferências bancárias ou pagamento bancário eletrônico assinados por no mínimo dois dos seguintes membros: Coordenador da Seção de Defesa Civil, por servidor da Secretaria Municipal de Fazenda e Planejamento, devidamente nomeados pelo Chefe do Poder Executivo Municipal.


Art. 16. Da aplicação dos recursos do Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC será feita prestação de contas nos prazos e na forma da legislação vigente.


Art. 17. A receita atribuída ao Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC será destinada para investimentos e custeio.


Art. 18. Os recursos do Fundo Municipal de Defesa Civil serão geridos pelo Coordenador da Seção de Defesa Civil.


Parágrafo único. Os recursos alocados ao Fundo Municipais de Defesa Civil – FMDC terão destinações específicas nas ações do artigo 1º e na forma artigo 17 desta lei, não podendo ser destinado a qualquer outro fim, e o saldo apurado no último dia do exercício financeiro será transferido ao exercício seguinte.


Art. 19. O Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC constituir-se-á como órgão do Orçamento Geral do Município de Cássia-MG.


Art. 20. O Poder Executivo providenciará as necessárias adequações na Lei de Diretrizes Orçamentárias e na Lei do Plano Plurianual em vigor, ficando autorizado a abrir créditos adicionais e especiais necessários à instituição orçamentária própria para o Fundo Municipal de Defesa Civil – FMDC.



CAPÍTULO III

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS


Art. 21. Fica instituída a Semana Municipal de Redução de Desastres, a ser comemorada na segunda semana de outubro de cada ano, destinada a aumentar o senso de percepção de risco da sociedade Cassiense, mediante a mudança cultural da população relacionada à sua conduta preventiva e preparativa, principalmente das comunidades que vivem em áreas de risco.


Art. 22. As comemorações da Semana Municipal para Redução de Desastres terão cunho eminentemente educativo.


Art. 23. Fica revogada a Lei Municipal 1.228, de 06 de dezembro de 2002 e demais disposições em contrário.


Art. 24. Esta lei entra em vigor na data de sua publicação,


Cássia-MG, 06 de novembro de 2012.



ANA MARIA CÁRIS

PREFEITA MUNICIPAL

* Nota: O conteúdo disponibilizado é meramente informativo não substituindo o original publicado em Diário Oficial.
Atos relacionados por assunto
c
Ato Ementa Data
DECRETO Nº 7, 02 DE JANEIRO DE 2017 Dispõe sobre autorização para exercício da função de tesoureiro do COMDEC – Coordenadoria Municipal de Defesa Civil da Prefeitura Municipal de Cássia/MG. 02/01/2017
LEI ORDINÁRIA Nº 1228, 02 DE DEZEMBRO DE 2002 Cria a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil - COMDEC - do Município de Cássia-MG e dá outras providências. 02/12/2002
Minha Anotação
×
LEI ORDINÁRIA Nº 1517, 06 DE NOVEMBRO DE 2012
Código QR
LEI ORDINÁRIA Nº 1517, 06 DE NOVEMBRO DE 2012
Reportar erro
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia