Ir para conteúdo do site

A-
A+

Ir para conteúdo

Prefeitura
Acompanhe-nos:
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
Serviços
Nossa Cidade »
Principal   Nossa Cidade   História

Sua história têm início com a procura do ouro nas regiões dos rios Sapucaí e Verde, por volta do século XVIII.

Face a essa descoberta, originou-se controvérsia a respeito da divisa interestadual entre São Paulo e Minas Gerais, tendo sido o acordo final alcançado no governo de Getúlio Vargas, em 1936.

Segundo relatos de Campanhole (1979:57), foi o paulista Pedro Franco Quaresma quem primeiro devassou a região e quem na verdade fundou o arraial de Jacuí, em 1755, antes, assim, da viagem de Luís Diogo Lobo da Silva a Jacuí, em 1764, quando se determinou a posse desse território à província de Minas Gerais.

Há várias hipóteses da origem da cidade de Cássia:

- uma se refere à região, então conhecida por Sertão do Rio São João, que abrangia Cássia e outros povoados como Passos e Ibiraci;
- outra hipótese refere-se a pouso de tropeiros e boiadeiros, como núcleo fundador da cidade, muito embora, por volta de 1750, era ainda um simples pouso e somente um século depois se transformaria em pequeno arraial, berço da atual cidade de Cássia.

No começo do século XIX, depois que as minas de ouro se escassearam, provocando um intenso êxodo das regiões auríferas, toda a zona limítrofe a São Paulo foi povoada e ali tiveram início as atividades agro-pastoris, devido aos campos férteis e à sua localização, cercada por rios como rio Grande, rio das Mortes, rio Sapucaí e rio Verde.

Cássia, situada no vale do rio Grande, foi um povoado, que com o passar dos anos, o antigo pouso de tropeiros foi aos poucos recebendo à sua volta moradores fixos, até se transformar em pequeno arraial.

Em 1844, quatro fazendeiros – Manuel Lourenço da Cunha, José Diogo Carrijo da Cunha, João Batista da Cunha e Roque Portes Vieira – doaram uma gleba de 18 hectares de terras para a formação do patrimônio de Santa Rita de Cássia. O pouso de tropeiros já havia atraído à sua volta moradores fixos, e um pequeno arraial ali se constituíra.

O levantamento de uma capela em homenagem a Santa Rita, em 1846, teve o papel de reunir em torno de um mesmo culto e de uma mesma fé aquela gente do nascente povoado.

De 1840 a 1870, houve uma intensa corrente migratória para toda aquela área circunvizinha a Cássia.

A partir de 1865-66, época em que se elevou a freguesia, o incipiente povoado começa a se desenvolver. A pecuária extensiva, a partir daí, vai cada vez mais se desenvolvendo, até, poucos anos mais tarde, comandar toda a vida econômica, social, política e cultural da freguesia.

No ano de 1874, quando a freguesia ainda pertencia ao município de Passos, tem-se notícia da exportação de uma média de 10.000 reses por ano e 1.500 porcos. Dez anos depois, em 1884, o total de reses exportadas já havia aumentado para 15.000 cabeças ao ano, pois a região havia assumido a característica de produtora e pecuarista.

Em 1882, em 03 de janeiro, nasceu em Cássia, então Santa Rita de Cássia, Donizetti Tavares de Lima, que se tornará conhecido, em todo país e no exterior, por seus milagres na cidade de Tambaú, SP, principalmente entre 1954 e 1955. Faleceu em Tambaú, em 16/06/1961, onde foi pároco por 35 anos. Seu Processo de Beatificação se encontra em andamento no Vaticano, em Roma.

Em 1890, a freguesia foi elevada a vila, criando o município que se desmembrava de Passos. A cidade já havia prosperado muito. Neste ano, adquire dois distritos: Dores do Aterrado (atual Ibiraci) e Espírito Santo da Forquilha (atual Delfinópolis). Com esses dois distritos, o município passa a contar, em 1890, com uma população rural e urbana de 20.593 habitantes.

Foi elevada a cidade em 1892.

Existiam na cidade 600 prédios, 2 cadeias, 3 igrejas, 6 ruas principais, 10 travessas e 6 largos.

Surgiram mais dois distritos: Garimpo das Canoas (atual Claraval) e Dores da Ponte Alta, atual Babilônia. O município, incluindo os distritos, contava em 1907 com uma população total de 27.500 habitantes, assim distribuídos:

- Santa Rita de Cássia - 10.000 hab.

- Dores do Aterrado (Ibiraci) - 8.000 hab.

- Garimpo das Canoas (Claraval) - 4.500 hab.

- Espírito Santo da Forquilha (Delfinópolis) - 4.000 hab.

- Dores da Ponte Alta (Babilônia) - 1.000 hab.

 

 

« voltar

 
Informativos da Prefeitura de Cássia-MG, cadastre-se.
Conheça nossas redes sociais
e compartilhe com seus amigos: 
Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
Mapa Localização:
Rua: Argentina, nº 150 Jardim Alvorada
Cássia/MG - 37980-000
Telefone Telefone para contato:
(35) 3541-5000
E-mail: ouvidoria@cassia.mg.gov.br
Atendimento Atendimento:
De segunda a sexta, das 07h às 11h e das 13h às 17h
© Copyright Instar - 2006-2018. Todos os direitos reservados. Instar
Seta
icone instar © Copyright Instar - 2006-2018. Todos os direitos reservados.